O patrimônio por escrito: a política editorial do serviço do patrimônio histórico e artístico nacional durante o estado

Código: 978-85-9530-163-4 Marca:
R$ 49,90
até 3x de R$ 16,63 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 49,90 sem juros
    • 2x de R$ 24,95 sem juros
    • 3x de R$ 16,63 sem juros
  • R$ 49,90 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

O Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (SPHAN) foi criado em 1937 por intelectuais modernistas como Rodrigo Melo Franco de Andrade, Mário de Andrade e Lúcio Costa e, em seus primeiros anos, se alinhou ao projeto nacional do Estado Novo dirigido por Getúlio Vargas ao difundir uma visão sobre o Brasil que associava tradição e modernidade e proteger o patrimônio ligado ao período colonial, à herança portuguesa e ao barroco mineiro.

Neste livro, fruto de dissertação de mestrado defendida no PPGHIS-UFMG, o historiador Raul Amaro de Oliveira Lanari analisa a política editorial do SPHAN nos anos do Estado Novo, identifica o seu papel na construção de um imaginário nacional e as tensões envolvendo diferentes visões sobre o patrimônio defendidas por intelectuais que formavam este campo de atuação no período.

Autor(a): Raul Amaro de Oliveira Lanari

R$ 49,90
até 3x de R$ 16,63 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • Pagar.me V2
Selos
  • Site Seguro

LETRAMENTO EDITORA E LIVRARIA LTDA - CNPJ: 19.916.663/0001-89 © Todos os direitos reservados. 2021

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade